São cada vez mais os interessados no Close-Up

A quarta edição do Close-Up, que decorreu na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, registou cerca de 4 mil espetadores, nas quase 40 sessões de cinema que se realizaram no espaço cultural, nos agrupamentos de escola e nas escolas profissionais do concelho e, ainda, na Universidade do Minho.

Estes números superam a edição anterior do Observatório de Cinema com a organização a assumir que são «resultado de um trabalho reiterado junto de toda a comunidade, com sessões muito participadas, cheias ou esgotadas em várias ocasiões e com encontros de diversos públicos», desde o escolar, passando por um público adulto e também por espetadores de outras artes, como a música.

Desta quarta edição, que decorreu de 12 a 19 de outubro, realce para o crescente envolvimento da comunidade escolar nas sessões realizadas na Casa das Artes, para o continuo interesse do Observatório na criação e no cruzamento de linguagens, através de filmes-concerto, para as sessões especiais e a apresentação de várias ante-estreias. A aposta nas sessões comentadas, com figuras relevantes ligadas ao meio cinematográfico e de outros convidados que relacionaram o cinema com outras artes, são, também, um trunfo que explica este crescente interesse pelo Close-Up.