Santuário de Fátima prevê despedir até 50 trabalhadores

Devido à queda abrupta nas receitas causadas pela epidemia de covid-19, o Santuário de Fátima tem em curso um plano de reestruturação que prevê o despedimento até 50 trabalhadores.

O Santuário de Fátima iniciou um plano de reestruturação interna e informou os trabalhadores da situação.

A pandemia causou inúmeros constrangimentos e uma crise económica em todos os setores e o turismo, incluindo o religioso, não foi exceção, com um impacto muito significativo no fluxo de trabalho e na gestão económico-financeira do Santuário.