S. Roque cria máquina que produz mais de cem máscaras por minuto

A empresa famalicense S. Roque concebeu e produziu uma máquina capaz de fazer até 120 máscaras por minuto. A Roqmask é completamente automatizada e está já em fase final de testes, podendo ficar disponível já no final de julho.

A S. Roque, empresa líder mundial na produção de máquinas para estamparia têxtil, concebeu a Roqmask em resposta a um desafio lançado pelo CITEVE.

«O CITEVE lançou-nos um desafio que aceitámos de imediato e desde então a empresa está focada neste projeto que irá capacitar Portugal para a produção destes equipamentos de proteção individual», disse Manuel Sá, o diretor executivo da S. Roque em declarações ao T.

Acrescenta este responsável que a máquina foi concebida para fabricar máscaras cirúrgicas Tipo I e Tipo II – modelo A. «É um equipamento completamente automático que produz, através de soldadura por ultrassom, máscaras até 4 layers, com inserção do clip nasal e aplicação do elástico», informou.

Esta empresa famalicense, líder mundial na produção de máquinas para estamparia têxtil, faturou no último exercício cerca de 53 milhões e emprega mais de 500 trabalhadores. A maioria dos seus clientes está na Europa, mas vende também para a África do Sul, Marrocos, Tunísia, Angola, Kuwait, Índia, China, Vietname, Malásia, Cambodja, Rússia, Brasil, Argentina, Peru, Colômbia, Honduras, El Salvador e EUA.

Most Popular Topics

Editor Picks