REABILITAÇÃO URBANA MAIS PERTO DA CONCRETIZAÇÃO

REABILITAÇÃO URBANA MAIS PERTO DA CONCRETIZAÇÃO

Em reunião de Câmara Municipal foram aprovados cinco anteprojetos de reabilitação no âmbito do PEDU – Plano Estratégico Desenvolvimento Urbano que disponibiliza 17,5 milhões de euros de fundos comunitários para Famalicão.

Foram votados os anteprojetos para o Mercado Municipal, no centro da cidade, para o Teatro Narciso Ferreira (Riba de Ave), para a Rede Urbana Pedonal e Ciclável, para a Ciclóvia e para a recuperação do Bairro da Cal, em Calendário.

«São investimentos de fundos comunitários ao nível da reabilitação, inclusão e mobilidade para melhorar a vida dos famalicenses e dotar de condições para que possamos desenvolver-nos ainda mais», referiu o presidente de Câmara no final da reunião.

Paulo Cunha adiantou aos jornalistas que o mercado municipal terá um conceito de convívio. «Haverá uma zona de restauração, uma pequena área de lazer e um espaço onde as pessoas podem estar sentadas a conversar. O mercado terá condições para que fora do normal funcionamento possa ter iniciativas, receber intervenções culturais na área da música, da pintura e outras, porque terá uma área coberta e outra descoberta». O objetivo, afirmou o autarca, é que as pessoas tenham o hábito de ir ao mercado diariamente para comprar frescos, almoçar, tomar um café, conviver. «Para que isso aconteça terá que ser um espaço confortável e aprazível».

Ainda é cedo para dar prazos concretos ou falar em valores, mas deverá ficar pronto em 2019 depois de uma obra de um milhão e meio de euros.

Outra empreitada importante é a do Teatro Narciso Ferreira, em Riba de Ave. «Queremos que seja uma das melhores salas de espectáculos da região», expressa Paulo Cunha.

Most Popular Topics

Editor Picks