RACLAC produz 2,3 milhões de luvas por dia

Dentro de dias, a Raclac vai começar a produzir mais de 2,3 milhões de luvas por dia. Esta empresa de Santiago da Cruz está a canalizar toda a sua produção para os hospitais portugueses e, para aumentar a sua resposta, contratou com mais de 30 fábricas de confeção a produção de outros equipamentos de proteção individual para os profissionais de saúde, como fatos com capuz e balaclavas.

A Raclac, que é o maior fornecedor de produtos descartáveis para a área da saúde, está, assim, perante um enorme desafio, que é satisfazer a procura destes produtos, depois que deflagrou a pandemia do coronavírus.

«Nesta altura, temos obrigação de proteger os nossos. O negócio é secundário e há mês e meio que parámos a exportação», relata aos meios de comunicação social o diretor executivo, Pedro Miguel Costa. Segundo este responsável, a única prioridade da empresa «são os nossos profissionais de saúde». Por isso, diariamente estão a ser feitas entregas nos mais diversos hospitais, cumprindo um contrato há dias firmado com a central de compras do sistema de saúde, que se estende até ao dia 22 de abril.