Raclac investe 20 milhões na primeira fábrica da Europa de luvas de exame 13

Raclac investe 20 milhões na primeira fábrica da Europa de luvas de exame 14

A Raclac, empresa participada pelo grupo Vallis Capital Partners especialista no fabrico de produtos descartáveis para as áreas médica e industrial, vai investir 20 milhões de euros naquela que será a primeira fábrica da Europa de luvas de exame.

A nova fábrica está inserida no projeto NITRO, que materializa a criação de uma linha de produção de luvas de exame. O projeto, que a empresa classifica como “inovador” e “vanguardista”, vai ver lançada a primeira pedra esta sexta-feira, em Famalicão, com a presença da secretária de Estado da Indústria, Ana Teresa Lehmann, e do presidente da Câmara, Paulo Cunha.

Com este projeto, a Raclac, empresa com sede em Vila Nova de Famalicão, assume-se como a primeira empresa europeia a fabricar luvas de exame e a única empresa a nível mundial a utilizar este conceito de produção desenvolvido.

O projeto NITRO, com um investimento global de 20 milhões de euros, teve um custo total projetado e submetido ao Programa Compete 2020 de 13,9 milhões de euros, dos quais 5,5 milhões serão financiados pelo FEDER.

A nova linha de produção tem como elemento diferenciador o facto de ser a única no mundo 100% automatizada na produção. Ainda como elemento diferenciador encontra-se o fabrico de luvas em sala limpa e a diferenciação da embalagem.

Em comunicado, a empresa esclarece que “a competitividade assentará igualmente na eliminação dos direitos aduaneiros pagos aquando da importação destes produto; a anulação dos custos tomados pelo transporte marítimo da Ásia para a Europa, e na redução do tempo necessário para a colocação do produto no mercado europeu e demais países envolvidos”.

A Raclac, cujo volume de faturação ultrapassou os 10,5 milhões de euros, em 2017, um crescimento de 30% face ao ano anterior, emprega cerca de 14 profissionais e está presente em mercados como Espanha, França, Inglaterra, Angola, Moçambique, Marrocos, Tunísia e Cabo Verde.

O grupo Vallis adquiriu 50% do capital da Raclac, em 2016, tendo os restantes 50% ficado nas mãos dos fundadores da empresa. A Raclac é, desde essa altura, uma das empresas selecionadas para fornecimento de produtos estéreis para o setor público hospitalar.

Most Popular Topics

Editor Picks