País

PSP deteve mais de 500 pessoas na operação “Carnaval em Segurança 2019”

Segundo o balanço final da operação, foram detidas pela PSP 501 pessoas, 165 das quais por condução sob excesso de álcool, 94 por falta de carta de condução, 80 por tráfico de droga e 78 para cumprimento de mandados de detenção.

Em comunicado, a PSP indica ainda que durante a operação, que decorreu entre as 07:00 do dia 26 de fevereiro e as 24:00 de terça-feira, deteve 19 pessoas por furto, oito por roubo, 13 por desobediência e quatro por agressões a polícias.

A operação “Carnaval em Segurança 2019” teve como objetivos reduzir comportamentos de risco, reforçar a segurança rodoviária e prevenir e reprimir a comercialização ilícita de artigos pirotécnicos.

De acordo com o comunicado da PSP, foram apreendidas 16 armas de fogo, oito armas brancas, 2.841 artigos pirotécnicos e 594 munições de diversos calibres, além de 2.336 doses de diversos tipos de droga.

A PSP identificou 829 pessoas por diversos motivos, das quais 93 por consumo de droga.

Nos oito dias da operação foram realizadas 699 operações de fiscalização rodoviária, fiscalizados 51 estabelecimentos no contexto da atividade de segurança privada e foram realizadas outras 234 ações de fiscalização, na sua maioria no âmbito da prevenção da comercialização de artigos pirotécnicos e armas/explosivos.

No âmbito da segurança rodoviária foram fiscalizadas 27.132 viaturas e registadas e autuadas 6.092 infrações ao código da estrada. Foram ainda controladas por excesso de velocidade 881 viaturas, das quais resultaram 169 contraordenações leves, 661 graves e 61 muito graves.

Foram igualmente testados à taxa de alcoolemia no sangue 6.564 condutores, tendo sido autuados 133 por acusarem taxa superior ao mínimo legal.

Durante os oito dias da operação “Carnaval em Segurança 2019” a PSP empenhou 7.104 polícias, 1.876 viaturas e 1.689 outros equipamentos/aparelhos.

Previous post

Guilherme Enes é Vice-Campeão Nacional de Triatlo Técnico

Next post

Cinco pessoas morreram nas estradas durante a "Operação Carnaval 2019" da GNR

Cidade Hoje