Profissionais dos lares que prestam serviço ao domicílio e nas cozinhas não estão incluídos nesta fase de vacinação

Os profissionais dos lares que prestam serviço ao domicílio, assim como o pessoal afeto às cozinhas e outros, ainda não estão na lista para vacinação contra a covid-19.

Não é uma decisão do ACES (Agrupamento dos Centros de Saúde) de Famalicão, mas da Direção-Geral da Saúde, que as instâncias concelhias têm que respeitar.

CIDADE HOJE recebeu contatos de pessoas afetas a estes serviços dos lares, queixando-se por terem “ficado de fora” e está em condições de confirmar que a decisão é da Task Force nacional.

Até agora foram elegíveis para a inoculação da vacina todos os profissionais que trabalham dentro lares e que lidam diretamente com utentes. Um dos critérios foi evitar surtos nos lares.

Neste momento, os utentes de 70% dos lares de Famalicão já receberam as duas doses, e os restantes uma primeira dose, com exceção de um lar porque mantém surto. O número total ronda as duas mil pessoas, mais alguns profissionais dos lares.