País

Produtos “Redux” e “Composto Natural Dieta” são ilegais em Portugal, alerta o Infarmed

A Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed) alerta que os produtos “Redux -Redutor de Medidas” e “Composto Natural Dieta” contêm substâncias que só podem ser utilizadas em fármacos e, por isso, são ilegais.

Segundo uma nota do Infarmed, os produtos em capsúlas, que foram detetados na Alfândega, contêm substâncias destinadas ao tratamento da hipertensão, obesidade, ansiedade e obstipação e a sua utilização é proibida em Portugal.

“O produto Redux – Redutor de Medidas, cápsulas, contém substâncias destinadas ao tratamento da hipertensão, obesidade, obstipação e ansiedade. É, por isso, um medicamento ilegal, por não dispor de autorização de introdução no mercado em Portugal e conter substâncias ativas que apenas podem ser utilizadas em medicamentos”, destaca o Infarmed.

De acordo com a nota, os produtos foram detetados na Alfândega, no âmbito do protocolo de colaboração entre o Infarmed e a Autoridade Tributária e Aduaneira, destinado ao combate à falsificação de medicamentos.

O Infarmed alerta as entidades que dispõem destes produtos para que não os podem “vender, dispensar ou administrar” e que devem comunicar de imediato com a autoridade do medicamento.

Previous post

Pequena fuga de água provoca dois acidentes no Louro

Next post

Famalicão rejeita competências sem garantias

Cidade Hoje