Prepare-se: Novo grande aumento dos combustíveis na segunda-feira

A próxima semana vai começar com um novo aumento do preço dos combustíveis.

Segundo avança o portal Multinews, a subida será de 3 cêntimos no caso da gasolina e 2 cêntimos no caso do gasóleo.

O preço da gasolina está a subir há cinco semanas consecutivas e o do gasóleo há duas.

Volta a Portugal: Contrarrelógio define hoje o vencedor e pódio final da 83.ª edição

Líder desde a quinta etapa, Figueiredo sai para a estrada às 17:00, dois minutos depois do terceiro classificado, o também português Luís Fernandes (Rádio Popular-Paredes-Boavista), mas o seu verdadeiro adversário é o seu colega uruguaio Mauricio Moreira, que é segundo a sete segundos e um especialista na luta contra o cronómetro.

O vice-campeão da edição de 2021 parte às 16:56 – os regulamentos não permitem que dois companheiros de equipa saiam um a seguir ao outro -, com outro especialista, o quinto classificado Alejandro Marque (Atum General-Tavira-Maria Nova Hotel), a sair dois minutos antes.

O contrarrelógio de 18,6 quilómetros vai definir o pódio final e o sucessor do bicampeão em título Amaro Antunes (W52-FC Porto), com o ‘top 3’ ainda em aberto, uma vez que Luís Fernandes pode ser ultrapassado por António Carvalho (Glassdrive-Q8-Anicolor), o quarto classificado.

O venezuelano José Bruzual (Java Kiwi Atlântico) será o primeiro dos 105 ciclistas em prova a partir para o ‘crono’, às 15:06.

Combustíveis estão mais baratos a partir de hoje (1 a 2 cêntimos por litro)

Os combustíveis voltaram a descer, esta segunda-feira.

De acordo com as plataformas de monitorização, a descida foi de 1 a 2 cêntimos por litro.

Galp
Gasolina – 1,5 cênt.
Gasóleo – 1 cênt.

BP
Gasolina – 1 cênt.
Gasóleo – 1,5 cênt.
Gasóleo aditivado – 2 cênt.

Hoje há greve nos comboios

Em comunicado, a CP alertou para “perturbações nos serviços” por motivo de greve durante o dia de hoje, feriado nacional, “nomeadamente atrasos e supressões de comboios”.

O Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor Ferroviário (SNTSF) convocou para este mês um pré-aviso de greve ao trabalho extraordinário, ao trabalho em dia de descanso semanal e ao trabalho em feriado, apontando que os trabalhadores a devem utilizar para “manifestarem o seu descontentamento e a sua exigência pela valorização dos seus salários”.

Fonte do SNTSF disse à Lusa que as razões para esta greve são o aumento salarial de 0,9%, que o sindicato considera insuficiente face à inflação registada nos últimos meses, e a falta de trabalhadores na empresa.

Segundo Abílio Carvalho, há “quase que uma imposição” por parte da CP em que “os trabalhadores têm de recorrer quase obrigatoriamente ao trabalho extraordinário”.

No comunicado divulgado na sexta-feira, a CP esclarece que “aos clientes que já tenham adquirido bilhete para viajar em comboios dos serviços Alfa Pendular, Intercidades, Interregional e Regional, será permitido o reembolso, no valor total do bilhete adquirido, ou a sua revalidação gratuita, para outro comboio da mesma categoria e na mesma classe”.

A transportadora acrescenta que poderá ser obtida informação sobre o estado da circulação de comboios através do seu portal, cp.pt, ou através da linha de atendimento 808109110.

Seis universidades portuguesas estão entre melhores do mundo: U.Minho é uma delas

Seis universidades portuguesas foram incluídas entre as mil melhores do mundo no Ranking de Xangai, hoje publicado, com Harvard a aparecer no topo da lista, dominada pelos Estados Unidos.

A Universidade de Lisboa e Universidade do Porto surgem entre as 201.ª e 300.ª melhores do mundo.

Seguem-se a Universidade de Aveiro e Universidade do Minho, entre as 400 e 500 melhores, e a Universidade Nova de Lisboa e a Universidade de Coimbra entre os 500.º e 600.º lugares.

Com Harvard em primeiro lugar pelo 20.º ano consecutivo, as universidades norte-americanas continuam no topo do ranking. Consulte aqui o ranking.

Tal como no ano passado, as instituições anglo-saxónicas continuam entre as dez melhores: oito universidades norte-americanas e duas britânicas estão no topo da edição de 2022 deste ranking global das melhores instituições de ensino superior, que tem sido levado a cabo desde 2003 pela empresa independente Shanghai Ranking Consultancy.

No topo da lista, Harvard está mais uma vez à frente da também norte-americana Stanford. Este ano, outra universidade norte-americana, o Massachusetts Institute of Technology (MIT), ficou em terceiro lugar no pódio, relegando a britânica Cambridge para quarto lugar.

Seguem-se as universidades norte-americanas Berkeley (5.ª) e Princeton (6.ª) e a britânica Oxford (7.ª).

No total, 39 universidades norte-americanas aparecem entre as 100 melhores.

A primeira instituição não anglo-saxónica, a universidade francesa Paris-Saclay, está em 16.º lugar.

O Ranking de Xangai tem em conta seis critérios, incluindo o número de medalhas Nobel e Fields – o Nobel da Matemática – entre estudantes e professores de pós-graduação, o número de investigadores mais citados na sua especialidade e o número de publicações nas revistas Science and Nature.

Este ano, mais de 2.500 instituições foram examinadas para estabelecer a classificação.

Há greve nos comboios neste feriado de segunda-feira

A greve convocada pelo Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor Ferroviário (SNTSF) na CP – Comboios de Portugal deverá causar perturbações na circulação já a partir de hoje.

Segundo disse à Lusa o dirigente do SNTSF Abílio Carvalho, a greve deverá causar perturbações na CP no feriado de segunda-feira, “que podem ser sentidas na véspera, domingo à noite, porque há trabalhadores que iniciam os turnos” nessa altura.

A CP – Comboios de Portugal alertou na sexta-feira para “perturbações nos serviços” na segunda-feira, 15 de agosto, feriado nacional, apontando para a possibilidade de atrasos e supressões de comboios “por motivo de greve”.

Na nota, publicada no ‘site’, a CP não refere se estão previstos serviços mínimos.

O Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor Ferroviário (SNTSF) convocou para este mês um pré-aviso de greve ao trabalho extraordinário, ao trabalho em dia de descanso semanal e ao trabalho em feriado, apontando que os trabalhadores a devem utilizar para “manifestarem o seu descontentamento e a sua exigência pela valorização dos seus salários”.

Fonte do SNTSF disse à Lusa que as razões para esta greve são o aumento salarial de 0,9%, que o sindicato considera insuficiente face à inflação registada nos últimos meses, bem como a falta de trabalhadores na empresa.

Segundo Abílio Carvalho, há “quase que uma imposição” por parte da CP em que “os trabalhadores têm de recorrer quase obrigatoriamente ao trabalho extraordinário”.

No comunicado divulgado na sexta-feira, a CP esclarece que “aos clientes que já tenham adquirido bilhete para viajar em comboios dos serviços Alfa Pendular, Intercidades, Interregional e Regional, será permitido o reembolso, no valor total do bilhete adquirido, ou a sua revalidação gratuita, para outro comboio da mesma categoria e na mesma classe”.

A transportadora acrescenta que poderá ser obtida informação sobre o estado da circulação de comboios através do seu portal, cp.pt, ou através da linha de atendimento 808109110.