Portugal pode chegar aos 1100 doentes nos cuidados intensivos

Portugal pode vir a ter, entre 6 e 20 de fevereiro, 1100 doentes nos Cuidados Intensivos, estima a Ministra da Saúde, em entrevista à revista Visão. Estes valores são superiores ao que o Governo tinha como teto máximo, que eram os mil doentes.

«Nunca pensámos que isto fosse acontecer», admitiu a Ministra Marta Temido. Uma das razões será a pressão das últimas semanas, em especial na região de Lisboa e Vale do Tejo, que ultrapassou a capacidade instalada e disponibilizada nos hospitais para acolher doentes com covid-19 nos cuidados intensivos.

Foram estas últimas projeções que levaram o Governo a solicitar ajuda à Ilha da Madeira e também a alguns países estrangeiros, como a Alemanha, que já enviou médicos e equipamentos para ajudar na área dos intensivos.