Peça artística criada por emigrantes com a ajuda d´A Casa ao Lado vai ficar no Consulado Geral de Portugal

O vitral baseado nos padrões da azulejaria portuguesa construído, este domingo, por emigrantes e lusodescendentes a residir no bairro do Soho vai ficar exposto, em permanência, no Consulado Geral de Portugal em Nova Iorque.

A execução desta peça artística comunitária teve a orientação dos artistas plásticos Joana Brito e Ricardo Miranda, diretores d’A Casa Ao lado, centro artístico famalicense.

Realizada no âmbito do ‘Portugal in Soho’, evento anual do Arte Institute promovido com o objetivo de recordar a herança cultural portuguesa em Manhattan, a iniciativa juntou cerca de 150 elementos da comunidade portuguesa do Soho de Nova Iorque, que se inspiraram nos padrões típicos da azulejaria portuguesa para criar em placas acrílicas transparentes padrões personalizados que projetaram no piso da Sullivan Street as sombras dos padrões gráficos desenhados, formando uma peça única.

A realização deste projeto em Nova Iorque é o ponto de partida d’A Casa Ao Lado para o processo de internacionalização que vai prosseguir, em 2020, com intervenções artísticas comunitárias com as comunidades portuguesas a residir na cidade da Praia, em Cabo Verde, e em Brasília (Brasil), passando, ainda, pelo Bairro Português em Malaca, na Malásia.

Famalicão: Ribeirão empata em casa do Montalegre

Na tarde deste domingo, na visita a casa do Montalegre, terceiro da classificação, o Ribeirão trouxe um ponto.

No jogo da jornada 11 do Campeonato de Portugal, série A, não houve golos. Apesar da igualdade a equipa da casa mantém o terceiro lugar, e o Ribeirão está no décimo segundo posto, com 10 pontos.

Na próxima jornada, o Ribeirão recebe o Tirsense.

Famalicão: Joane vence Bairro e sobe ao topo da pró nacional

O Joane e o Maria da Fonte, ambos com 31 pontos, ocupam os dois primeiros lugares da pró nacional, após vitórias na jornada 15. A derrota do anterior, líder, a Oliveirense, em casa do Prado, por 3-2, provocou estas alterações. A equipa de Oliveira Santa Maria desceu ao terceiro lugar, com 29 pontos, mas menos um jogo.

No dérbi entre Joane e Bairro levou a melhor a equipa da casa, por 2-1. O Ninense recebeu o Merelinense e empatou a dois golos na jornada deste domingo.

Na classificação a equipa de Nine é décima terceira, com 17 pontos; o Bairro mantém o penúltimo lugar, com 11 pontos.

Fechada a jornada, o Grupo Desportivo de Joane continua sem perder e é, de forma destacada, a melhor defesa do campeonato. Sofreu apenas oito golos em 15 jogos.

Consumidores em alerta: Preço do azeite dispara mais de 90%

O azeite tornou-se protagonista nas preocupações dos consumidores portugueses, com um aumento de 92% no último ano, de acordo com a Deco Proteste.

O litro do azeite chega a custar cerca de 10 euros nos supermercados, quase o dobro em comparação ao mesmo período do ano passado.

A persistência desse aumento levanta preocupações sobre a acessibilidade deste produto essencial, impactando negativamente o orçamento mensal de muitas famílias.

O preço elevado do azeite tem sido o fator principal para a queda das vendas nas pequenas e grandes superfícies comerciais.

Urgência de Famalicão: Cirurgia Geral e Medicina Interna indisponíveis este domingo

Este domingo fica marcado por novos constrangimentos no serviço de urgência do Hospital de Famalicão, fruto da falta de profissionais para assegurar os turnos.

As especialidades de Cirurgia Geral e Medicina Interna estão, por isso, indisponíveis. A atividade na cirurgia geral será retomada esta segunda-feira a partir das 08h00, já na Medicina Interna prevê-se que o serviço regresse às 20h00 deste domingo .

Falcoeiro famalicense sagra-se Campeão de Alto Voo

Na 6ª edição da Prova de Falcoaria Real, em Salvaterra de Magos, o falcoeiro famalicense natural de Fradelos, Rui Lima, sagrou-se Campeão de Alto Voo.

Extremamente satisfeito com a conquista, Rui Lima expressou a sua gratidão ao amigo Pedro Regadas, que assumiu o voo do falcão com grande dedicação durante a ausência do campeão.

Dedico este prémio ao meu grande amigo Pedro Regadas, que também tem um grande mérito nesta vitória porque me voou o falcão com grande dedicação quando estive ausente.

A prova de falcoaria Nuno Sepúlveda Velloso decorreu no contexto do 7º aniversário do Reconhecimento pela UNESCO da prática da Falcoaria em Portugal como Património Cultural Imaterial da Humanidade. Participaram falcoeiros nacionais e internacionais, enaltecendo a importância da preservação e celebração desta tradição que se tornou parte integrante do património cultural de Portugal.