PCP questiona Governo sobre proibição de feiras e mercados

O PCP questionou esta segunda-feira o Governo sobre a decisão de “proibir de forma geral e indiscriminada todas as feiras e mercados de levante”, anunciada no sábado como forma de combater a pandemia de covid-19 no país.

Numa pergunta dirigida, através do parlamento, ao ministro de Estado da Economia e da Transição Digital, Siza Vieira, a bancada do PCP alegou que “os feirantes têm sido profundamente penalizados, desde o início do surto epidémico”, em março.

Nesta altura, segundo o texto da pergunta dos comunistas, “tal como em março, os feirantes foram confrontados com uma situação em que não foram responsáveis nem sequer ouvidos, em que as feiras e mercados no exterior” foram encerrados, em contraste com “as grandes superfícies” que se mantinham “em grande atividade, o que contribuiu para agravar não só as dificuldades mas o sentimento de desespero no seio deste setor”.