Pandemia faz aumentar número de beneficiários de RSI

A pandemia veio agravar a situação dos mais pobres. Segundo um estudo no âmbito da Iniciativa para a Equidade Social, houve um aumento dos beneficiários do rendimento Social de Inserção na ordem das 11 mil pessoas. Só entre janeiro e setembro do ano passado.

O número de inscritos nos centros de emprego começou a aumentar no início da pandemia e em setembro eram mais 106 mil pessoas. Os jovens até aos 25 anos e com escolaridade até ao 12.º ano foram os mais afetados. As mulheres também estão em maioria nos registos.

Os setores mais afetados, que enfrentam um lay-off quase total, são os do alojamento turístico, restauração, artes e desporto.

O endividamento subiu nos meses de confinamento mas acabou por recuar nos meses seguintes, mantendo-se relativamente estável.