PALAVRAS PARA QUÊ?

PSD. Vive tempos agitados com a saída de Passos Coelho a quem um dia a história se encarregará de fazer justiça. Com dois candidatos já no terreno para lhe suceder e numa discussão qua apela a uma base ideológica ora mais para o Centro Esquerda ora mais para o Centro Direita, é quase garantido que os habituais exageros venham ao de cima e amplifiquem este alvoroço. Desenganem-se, porém, aqueles que pensam que no final da contenda eleitoral o PSD sairá mais fragilizado. Ensina-nos a história que os grandes partidos saem sempre reforçadas das suas disputas internas. Assim também acontecerá com o PSD.

TRINTA E UM. Demorou porventura demasiado tempo, mas a montanha não pariu um rato.  O despacho de acusação que imputa a prática de 31 crimes ao ex-primeiro-ministro, José Sócrates, carreia o mais decisivo processo judicial da nossa democracia e põe a nu o concubinato criminoso entre o poder político e o poder económico nacional. Nunca o Ministério Público fora tão longe numa investigação criminal.

A procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal, nomeada durante o Governo do PSD/CDS-PP, fez o seu trabalho com independência e sem nunca se deixar intimidar. Duvido que o seu antecessor, Pinto Monteiro, fosse capaz deste desafio. Recordo-me bem do seu tempo. O tempo de uma justiça amedrontada onde as escutas eram destruídas e os processos amputados. A procissão ainda vai no adro, mas há uma pergunta que não sai da cabeça dos portugueses. Como é possível que durante o tempo em que José Sócrates chefiou o governo, ninguém tenha visto nada e de nada tenha desconfiado. Num batalhão de Ministros, Secretários de Estado e assessores, muitos deles hoje no governo de António Costa, eram todos assim tão distraídos ou tão pouco espertos?

 

INCÊNDIOS. O Relatório da Comissão Técnica Independente sobre os incêndios de Pedrógão Grande não deixa dúvidas. O Estado falhou nas escolhas, na liderança e na coordenação. Os incêndios até podiam ser inevitáveis, mas a tragédia essa era de todo evitável. As falhas técnicas deveriam por isso determinar responsabilidades políticas. Assim não aconteceu. Quatro meses depois a história repete-se. Mais palavras para quê?

Jorge Paulo Oliveira

(Deputado do PSD na Assembleia da República)

Famalicão: Hoje há festa de verão e da cerveja em Sezures

Na tarde deste domingo, realiza-se a festa de verão e da cerveja, na Capela de S.Vicente em Sezures, Famalicão.

A iniciativa arranca às 15h com muita animação musical, a começar com grupos de concertinas e a prosseguir com DJ.

Simultaneamente, no mesmo recinto, decorre o primeiro encontro de concertinas.

 

 

 

FC Famalicão perde troféu Teresa Herrera nas grandes penalidades

A equipa do FC Famalicão perdeu, este sábado, o troféu Teresa Herrera, prestigiada competição que, no plano feminino, vai na décima edição.

A equipa famalicense esteve a vencer o RC Deportivo de La Coruña por 2-0, mas a equipa espanhola logrou chegar ao empate que prevaleceu até ao final do tempo regulamentar.

A decisão foi para as grandes penalidades e o Desportivo foi mais certeiro, com vitória 5-3 sobre as famalicenses.

Famalicão: Autarquia conta com equipamento para tratar do novo piso do centro da cidade

Para fazer face a todas as exigências em termos de limpeza do renovado centro urbano, a Câmara Municipal de Famalicão passa a contar com um novo equipamento, um Aspirador Urbano Elétrico.

Numa nota publicada nas redes sociais, a autarquia refere que este é um equipamento amigo do ambiente, com capacidade de armazenamento de 240 litros, apto para lavagens de manchas e sujidade, bem como aspiração de resíduos sólidos de pequena dimensão.

Famalicão: Ana Marinho vence prova em Espanha

Na manhã deste sábado, a atleta da Escola de Atletismo Rosa Oliveira venceu a décima primeira edição da Carreira Pola Praia, na Galiza.

Ana Marinho venceu a geral, cumprindo os 6kms na Praia América à frente de quatrocentos participantes e repete o triunfo da edição anterior.

Ainda da escola joanense Bruna Ortiga venceu em sub-23.

Rosa Oliveira foi a mais rápida entre as veteranas 55.

 

Chuva está de volta na terça-feira

A chuva estará de regresso na próxima terça-feira, avança a previsão do Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

Ainda segundo o IPMA, até quinta-feira as temperaturas em Famalicão não deverão ultrapassar os 28 graus.

Terça-feira será o dia mais fresco da semana, com uma máxima de 22 graus.

Veja a previsão ao detalhe aqui

Continental: Pneus produzidos em Famalicão a partir de garrafas já começaram a ser vendidos

Já começaram a ser comercializados os pneus da Continental, produzidos na unidade de Vila Nova de Famalicão, a partir de garrafas de plástico.

A novidade foi anunciada pela empresa que refere que “desenvolveu a chamada tecnologia ContiRe.Tex, que permite substituir a totalidade do poliéster convencional no pneu e que está em produção em série desde abril de 2022. O novo material de alto desempenho já está disponível em algumas dimensões dos pneus PremiumContact 6 e EcoContact 6”.

Neste tipo de pneus o poliéster utilizado é fabricado a partir de garrafas de água e sumos de plástico PET.