88 pessoas tiveram assistência médica durante o carnaval em Famalicão

Na noite do carnaval famalicense 88 pessoas tiveram que receber assistência médica. Grande parte do socorro foi prestado na estrutura montada para o efeito, numa das zonas mais centrais da cidade, a poucos metros do epicentro da festa, sob o comando dos B.V.Famalicenses.

A maioria dos casos (76) está relacionado com o consumo excessivo de bebidas alcoólicas. Foram assistidos mais homens que mulheres, com uma média de idades a rondar os 20 anos. A hora onde existiram mais pedidos de ajuda foi entre as 3h e as 4h.

Recorde-se que no socorro e segurança às populações estiveram de serviço elementos das forças de segurança, mas também bombeiros, proteção civil e pessoal do hospital.

Nas ruas do concelho, as forças de segurança, nomeadamente a GNR, garantiram que o carnaval de Famalicão fosse o mais seguro possível.