OMS sugere dois novos tratamentos para a Covid-19

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou esta quinta-feira dois novos tratamentos contra a covid-19, para casos específicos, aumentando para cinco o total de terapêuticas aconselhadas.

As novas recomendações, publicadas na revista médica The BMJ por especialistas da OMS, sugerem o tratamento com anticorpos sintéticos — sotrovimab — e um medicamente usado no tratamento da artrite reumatoide — baricitinib.

Ambos não são destinados a todos os pacientes, noticia a agência AFP.

O sotrovimab é recomendado para pacientes que contraíram a covid-19 leve, mas correm um risco alto de hospitalização, visto que o benefício para doentes que não estão em risco é considerado muito baixo.

Já o baricitinib é recomendado para “pacientes com covid-19 grave ou crítica”, sendo que o tratamento deve ser feito “em combinação com corticoides”.

Nestes pacientes, o tratamento “aumenta as taxas de sobrevivência e reduz a necessidade de ventilação mecânica”.

Anteriormente, a OMS já tinha recomendado o uso de medicamentos inibidores de IL-6 e corticoides sistémicos em doentes com covid-19 grave ou crítica e dos anticorpos monoclonais casirivimab e imdevimab em doentes selecionados.

Em contrapartida, a Organização Mundial da Saúde já desaconselhava o tratamento da covid-19 com plasma convalescente, com o antiparasitário ivermectin e com o antimalárico hidroxicloroquina, independentemente do grau de severidade da doença.

O sotrovimab afeta o mesmo tipo de pacientes que o Ronapreve e “a sua eficácia contra novas variantes como a Ómicron ainda é incerta”.

Da mesma forma, o baricitinibe “tem os mesmos efeitos” de medicamentos inibidores de IL-6 e deve ser administrado aos mesmos pacientes.

“Quando ambos estão disponíveis”, é, portanto, necessário escolher qual dos dois usar “de acordo com o custo, a disponibilidade e a experiência dos cuidadores”, sublinham os especialistas da OMS.

Outros medicamentos da família do baricitinib – ruxolitinibe e tofacitinibe — não devem ser usados contra a covid-19, devido à falta de dados sobre a sua eficácia ou efeitos colaterais, alertam.

As recomendações sobre tratamentos contra a covid-19 pela OMS são atualizadas regularmente, com base em ensaios clínicos em diferentes tipos de pacientes.

Mas o arsenal terapêutico continua a ser reduzido, pois a OMS tem rejeitado o uso de vários tratamentos.

Covid-19: Novo recorde de infetados: 56.426

Portugal bateu um novo recorde diário de infeções pelo novo coronavírus. São 56.426 nas últimas 24 horas e mais 34 mortes.

O Norte é a região que continua a apresentar o maior número de casos: 24.422 novos casos e 10 mortes.

Os internados, em enfermarias, são 2.004 (mais 45) e em UCI há 152 (menos 1).

Covid-19: Novo recorde de infetados, 52.549, no dia em que se sabe que quem estiver em isolamento pode ir votar

Portugal registou, esta terça-feira, um novo recorde diário de infetados pelo novo coronavírus. São 52.549 novos casos e 33 mortes.

O Norte volta a ser região o número mais elevado de infeções, com 22.455 casos. Há, ainda, 10 falecimentos.

No que diz respeito aos internamentos, nas enfermarias estão 1959 pessoas (mais quatro); em UCI há 153 doentes (menos 7).

Recorde-se que esta quarta-feira, o Governo decidiu que as pessoas que estiverem em isolamento no dia das eleições legislativas, marcadas para 30 deste mês, vão poder sair para exercer o seu direito de voto. A informação foi avançada pela ministra Francisca Van Dunem em conferência de imprensa realizada ao início da tarde.

 

Famalicão: Covid-19 na equipa da Transdev provoca cancelamento de viagens

Algumas viagens realizadas pela Transdev, no concelho de Vila Nova de Famalicão, não estão a ser realizadas.

Ao que a Cidade Hoje conseguiu apurar, na origem do problema está o número de profissionais da transportadora infetados com a Covid-19.

Apesar de tudo, a empresa continua a fazer todos os esforços para garantir que o serviço seja prestado sem prejuízo para os seus utilizadores.

 

Asfixia por vomito poderá ser a causa da morte da criança no Santa Maria, autópsia está a ser realizada

Uma asfixia por vómito terá sido a causa da morte de uma criança de seis anos, que faleceu no passado domingo, no Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

O caso foi trazido a público pelo facto da criança ter testado positivo à Covid-19 e já ter sido vacinada.

Segundo a SIC Notícias, a autópsia já está a ser realizada, contudo, o resultado dos exames poderão ainda ser demorados.

Vários especialistas apontam que uma asfixia por vómito será a causa mais provável para a morte do menor.

A Procuradoria-Geral da República abriu esta terça-feira um inquérito a este caso.

Tony Carreira está positivo à Covid-19 e cancela concertos em França

Tony Carreira anunciou esta terça-feira, num vídeo publicado nas redes sociais, ter contraído a Covid-19. O cantor de 58 anos, informou os fãs de que está infetado e não poderá dar os concertos que tinha agendados em França – a 21 de janeiro, no Zenith D’Orleans, em Orleães e no dia seguinte, no L’Olympia, em Paris.

«Infelizmente contraí a Covid-19 e estou infetado. Soube isso há minutos. Amanhã de manhã iria embarcar para Paris. Lamentavelmente não poderei dar esses dois concertos», lamentou o cantor que, em junho passado, sofreu um enfarte do miocárdio e esteve internado durante dois dias no Hospital de Faro, sempre estável e livre de perigo.

Covid-19: Novo máximo de casos, 43.729, nas últimas 24 horas

Portugal registou, nas últimas 24 horas, 43.729 novos casos pelo novo coronavírus, um novo máximo diário. Há, ainda, a lamentar 46 mortes.

A região Norte contabiliza 18.116 novas infeções e 11 mortes.

Os internamentos, nas enfermarias, sobem: 1955 (mais 17); em UCI desce, 160 doentes (menos 14)