Oliveirense: Jogadores contratados pela SAD sentem-se abandonados, são ajudados por adeptos

Vários jogadores contratados pela SAD da Oliveirense, declarada insolvente no final de janeiro, continuam sem receber dinheiro e estão a passar por grandes dificuldades.

Neste grupo há quatro atletas argentinos, que partilham uma casa em Santo Tirso, onde não há água quente pelo facto de não terem dinheiro para garantir o funcionamento da caldeira. Outros dois vão-se mantendo numa casa arrendada em Requião, Famalicão, apesar de estarem com dois meses de renda em atraso.

Deste conjunto faz parte um outro argentino e um colombiano, este último a viver em Portugal com esposa e filha, numa casa paga pela SAD do clube de Oliveira Santa Maria.

Os jogadores vão sobrevivendo graças à ajuda de adeptos da Oliveirense que, diariamente, fazem dezenas de quilómetros para entregar alimentos e refeições já preparadas. Entretanto a esta causa juntou-se a Associação de Emergência Humanitária, com sede na freguesia de Pedome, Humanitave, com uma ajuda de cerca de 500 euros em comida.

Os atletas aguardam com angústia o pagamento dos valores em atraso, apesar de não conseguirem chegar à fala com o presidente da SAD, Sebastian Diericx, que não responde às chamadas.

O Sindicato dos Jogadores, além de comida, entregou a cada um €350 do Fundo de Garantia Salarial, enquanto tenta desbloquear o regresso dos atletas aos países de origem.

Imagem: Expresso