Oficina de Arte para famílias por técnicos da Fundação de Serralves

A oficina “Mínimo é Máximo” dirigida a famílias e que decorrerá este sábado, das 16 às 18 horas, na Casa das Artes, será orientada por técnicos da Fundação de Serralves com base na exposição “Quase tudo o que sou capaz” de Ângelo de Sousa, patente no espaço cultural famalicense até ao final de fevereiro.

Através do desenho e da dobragem os participantes são convidados a explorar o universo peculiar do artista. Às 18h30, decorre uma visita orientada à exposição. A lotação máxima para estas atividades é de 25 pessoas.

No domingo, das 10h30 às 12h30, será possível a pais, filhos, avós e amigos “Espreitar o Teatro em Família”. Uma atividade que mostra os vários espaços da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão, mesmo aqueles aos quais só os artistas têm acesso. Uma visita guiada, totalmente gratuita, à exposição “Quase Tudo o Que Sou Capaz” e, ainda, a possibilidade de ver o filme: “Tudo o que sou capaz”, do realizador Jorge Silva Melo, sobre a obra de Ângelo de Sousa, fazem parte desta proposta para a manhã de domingo.

Todas as informações e inscrições em [email protected] e [email protected].

Most Popular Topics

Editor Picks