Concelho

Obras da nova rotunda de Joane começam em abril

A Câmara Municipal de Famalicão vai avançar no início do mês de abril com a colocação da nova rotunda da Via Intermunicipal Famalicão-Vizela (VIM), que nascerá na vila de Joane, no cruzamento das Avenidas Silva Rego e Laborins, com o objetivo de diminuir a perigosidade existente nesta zona e melhorar a acessibilidade à vila.

Esta é mais uma etapa da intervenção que a autarquia iniciou em setembro do ano passado na VIM, procurando reforçar as condições de segurança da Via que atravessa o concelho, entre as vilas de Joane e Riba de Ave.

Com um prazo de execução de um ano e um investimento municipal de cerca de 300 mil euros, a intervenção encontra-se em desenvolvimento e conhecerá progressos significativos nos próximos meses.

Com a construção da rotunda serão instalados os postes de iluminação pública. Serão ainda pavimentados os passeios,  baías de estacionamento e a faixa de rodagem, serão colocados rails de proteção ao longo da via e os restantes balizadores, de forma a dissuadir as ultrapassagens ilegais. Será criada sinalização vertical e horizontal. Outro dos pontos negros do traçado – cruzamento de Pedome com Oliveira Santa Maria –, será igualmente alvo de intervenção com redução do espaço de atravessamento e introdução de elementos limitadores de velocidade na via.

Entretanto, foram já executados os trabalhos preparatórios para a colocação da rotunda, nomeadamente as infraestruturas pluviais, abastecimento de água, rede elétrica e saneamento básico. Foram construídos os muros de vedação e as terraplanagens e colocados 80 por cento dos balizadores em toda a via.

Refira-se que a VIM tem uma extensão total de aproximadamente 18 quilómetros, entre Joane (Famalicão) e Vizela, passando por Santo Tirso e Guimarães, sendo  uma das mais importantes vias de intercomunicação entre os municípios do Vale do Ave.

Previous post

Tomatubikers iniciam Campeonato Regional do Minho de XCO com um 2º lugar por equipas

Next post

IPCA abre candidaturas para estudantes estrangeiros