O Jazz quer sair da caixa

O Jazz quer sair da caixa

Foi apresentada, esta quarta-feira, mais uma edição do Jazz na Caixa, um ciclo de concertos que, de 5 a 14 de abril, traz a Joane, músicos como Mário Laginha e Abe Rábade, um dos mais importantes pianistas espanhóis .

A iniciativa, anunciada no âmbito Roteiro pela Inovação, vai para a terceira edição e é um dos muitos eventos promovidos pela Associação Luso-Galaica para a Promoção do Jazz – Eixo do Jazz, que se instalou no concelho, em 2017, com o objetivo de desmistificar a ideia de que este género musical é para elites. «O público é difícil de se conquistar, mas o Jazz, como qualquer outra música e como qualquer outra arte, tem de ser mostrado às pessoas passo a passo», explica Cristina Marvão.

A vinda de mais uma associação para Famalicão é motivo de satisfação para o Presidente da Câmara Municipal. «Quando tantas apostas do ponto de vista cultural estão a ser feitas no concelho é sinal de que os seus autores sabem que aqui têm todas as condições necessárias para que os seus projetos possam ser bem-sucedidos», disse Paulo Cunha, que elogiou, ainda, o trabalho multifacetado da Associação Teatro Construção, parceira na organização do Jazz na Caixa.

Quanto à programação, o primeiro fim de semana, de 5 a 7 de abril, será preenchido com três concertos de piano a solo, com o público a partilhar o palco com três dos melhores pianistas da atualidade: Abe Rábade, no dia 5, Mário Laginha, no dia 6, e João Paulo Esteves da Silva, no dia 7.

Ao longo da semana estão programados dois workshops: um de introdução ao Jazz para jovens estudantes de música, dos 8 aos 14 anos, e um segundo, “Jazz com Arco”, que convida jovens músicos de conservatório a experienciarem a improvisação do Jazz moderno. O resultado deste workshop será interpretado ao vivo no dia 13 de abril, com a presença de dois músicos convidados – Hugo Correia (contrabaixo e violoncelo) e Manuel Maio (violino).

O Jazz na Caixa termina no dia 14. O último concerto da iniciativa estará a cargo do guitarrista Bruno Santos (da dupla Mano a Mano), que em Famalicão vai partilhar o palco com Rita Redshoes.

Os concertos vão decorrer no auditório da Associação Teatro Construção (ATC), em Joane.

Most Popular Topics

Editor Picks