Novo estado de emergência com medidas mais apertadas

Em entrevista à SIC e sobre o previsível prolongamento do Estado de Emergência — que Marcelo decide esta quarta-feira — e as medidas que se lhe podem seguir, o primeiro-ministro assumiu que haverá o reforço de algumas medidas para evitar deslocações durante a Páscoa.

«Acho que vamos ter de apertar um bocadinho, dando um sinal mais claro de que a Páscoa não é mesmo época para andarmos de um lado para o outro», referiu António Costa.

O líder do governo promete que, durante as festividades da Páscoa, haverá mais polícia na rua, mas, como destacou, a ação das autoridades tem sido sobretudo “pedagógica”.