Não havia necessidade

CRESCIMENTO. Em 2017, Portugal cresceu 2,7%. Um bom resultado que só timidamente pode ser festejado.  Voltamos a crescer, crescemos desde 2014, mas não o suficiente para as nossas necessidades. Portugal cresce menos que os seus parceiros europeus. Dos 28 Estados da União Europeia, 21 cresceram mais que Portugal. Se a comparação for estabelecida com países que foram objeto de programas de ajustamento e que tiveram uma saída limpa, como é o caso da Irlanda, da Espanha e de Chipre, verificamos que todos apresentam taxas de crescimento superiores à nossa.

ENDIVIDAMENTO.Por outro lado, importa notar que o endividamento do Estado contínua a bater sucessivos máximos, a balança comercial tem vindo a degradar-se e continuamos sem recuperar o diferencial de produtividade face à média europeia que, inclusivamente, se agravou em 2017.

REALISMO. O triunfalismo exibido pela esquerda não faz sentido e menos sentido faz invocar a politica de reversões e de devolução de rendimentos como causa direta do crescimento. Este resulta sobretudo do esforço dos empresários, de uma conjuntura externa favorável, da politica monetária expansionista do BCE, que reduziu significativamente os custos do financiamento,e das reformas estruturais do anterior governo.

AMBIÇÃO. Temos de crescer mais e podíamos estar a crescer mais se, ao invés de revertermos as reformas, aproveitássemos o contexto externo favorável para realizar aquelas que importava prosseguir de modo a corrigir os desequilíbrios estruturais que persistem. Como não o fazemos, crescemos pouco e corremos riscos de crescermos ainda menos assim que a conjuntura externa se deteriorar.

CONGRESSO. Não costumo escrever sobre a vida politica interna do meu partido. Mas seria estranho que não o fizesse na sequência da realização do seu 37º Congresso Nacional. Limito-me a duas breves notas. Pela positiva, o discurso de encerramento de Rui Rio. Bem estruturado e com uma agenda reformista assente nas questões sociais, com especial destaque para a educação, saúde, segurança social, natalidade e terceira idade. Pela negativa, a escolha da Elina Fraga, ex-bastonária dos advogados, responsável por um dos casos de judicialização da política mais graves da historia da democracia portuguesa, razão bastante para que não tivesse sido convidada. Não havia necessidade.

Jorge Paulo Oliveira

Joane: Depois de dominado fogo de ontem à noite há novo incêndio em zona de mato

A vila de Joane continua sem descanso no que diz respeito ao combate a incêndios florestais.

Depois de na última noite se ter registado mais um fogo, o início da tarde desta sexta-feira fica marcado pelo surgimento de um novo foco de incêndio.

O alerta para os bombeiros foi dado às 12h17.

No combate às chamas também se encontra um meio aéreo.

O fogo está a deflagrar numa área florestar próxima à Rua da Torre.

Zaragatoa descartável retirada do mercado

Segundo a autoridade de saúde, em causa está o facto de o produto estar indevidamente qualificado pelo fabricante como “dispositivo médico para diagnóstico in vitro”, quando a qualificação adequada é a de dispositivo médico.

“Consequentemente, não existe evidência do dispositivo ter sido sujeito à respetiva avaliação de conformidade por um Organismo Notificado avaliador, designadamente dos aspetos relativos à obtenção, garantia e manutenção das condições da esterilidade”.

Trata-se do modelo “Zaragatoa Nasofaringea Flocked” da marca “iclean”, do fabricante Shenzhen Cleanmo Technology.

De acordo com a Autoridade Nacional de Medicamentos e Produtos de Saúde, o distribuidor – Vacuette Portugal S.A. — está a “desenvolver as ações necessárias para a recolha do referido dispositivo médico”.

O Infarmed diz ainda que as entidades que disponham de unidades deste dispositivo médico não o devem disponibilizar/utilizar.

Famalicão: Estacionamento proibido no antigo campo da feira de 24 de agosto a 15 de setembro

O antigo campo da feira vai estar interdito ao estacionamento, de 24 de agosto a 15 de setembro.

A proibição está relacionada com o facto de se realizar naquele local mais uma Feira de Artesanato e Gastronomia de Famalicão.

Os condutores devem, por isso, procurar alternativas nos outros locais de estacionamento espalhados pela cidade.

Joane sem descanso: Novos focos de incêndio em zona florestal

A vila de Joane está novamente em alerta, pelo surgimento de pelo menos dois novos focos de incêndio.

O novo alerta surgiu na noite desta quinta-feira, por volta das 21h40, e foi dado por populares que começaram a avistar o fogo em dois pontos distintos mas bastante próximos um do outro.

Para o local foram acionados os Bombeiros Voluntários Famalicenses que já pediram o reforço de meios.

Recorde-se que a vila de Joane tem sido, este verão, fustigada por vários incêndios em zona florestal e que até já colocaram casas em risco.

Final feliz: Cão atirado e fechado em poço é salvo pelo CROA e adotado três meses depois por uma família

O Centro de Recolha Animal de Famalicão tem mais uma história com final feliz para contar.

O cão que a 18 de maio foi resgatado de um poço com quinze metros de profundidade, na freguesia de Landim, encontrou uma nova família.

O desfecho desta história dá-se exatamente três meses depois da dura operação de resgate. Recorde-se que o animal havia sido encontrado a latir, por populares que passavam no local e o ouviram num poço com pedras a bloquear o acesso, indiciando que terá sido atirado para a morte, por alguém que, depois, o tentou esconder.

Quis o destino que, nesta quinta-feira 18 de agosto, uma família da mesma freguesia onde havia sido resgatado (Landim), quisesse levar este amigo de quatro patas para casa.

Recorde a história deste animal:

 

A partir desta sexta-feira e até domingo: Festa do Senhor em Arnoso Santa Maria

Arnoso Santa Maria está em festa a partir desta sexta-feira e até domingo. A Festa do Senhor arranca com a celebração de uma eucaristia, seguindo-se um momento de animação musical com cantares ao desafio.

No sábado o destaque vai para a atuação do grupo “Toka & Dança” que antecede a sessão de fogo de artifício, agendada para as 00h00.

No último dia, domingo, pela manhã há eucaristia em honra do Santíssimo Sacramento e da parte da tarde a procissão com a Banda de Arnoso.

Cartaz completo: