Museus reabrem com novas regras de higiene e segurança

Apesar de condicionados a regras de higiene e segurança, os Museus Municipais abrem as portas ao público no dia 1 de junho, retomando a sua atividade, nos horários habituais. Porém, é obrigatório o uso de máscara, a higienização das mãos e o distanciamento social.

A nível interno, são também asseguradas e reforçadas algumas medidas como é o caso da instalação de equipamento de proteção coletiva, reforço da limpeza e desinfeção dos espaços, suspensão do uso de folhetos e desdobráveis em papel, desativação de equipamento multimédia e definição de lotação máxima dos espaços expositivos e de circulação.

Refira-se, ainda, que durante o período em que os museus estiveram encerrados desenvolveu-se uma ação de reorganização interna que permitiu avançar no trabalho de projetos pendentes e no investimento de funções museológicas como a investigação e o inventário.

Foi também implementada uma estratégia programática digital, através do facebook da Rede de Museus de Vila Nova de Famalicão, para assinalar o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios e o Dia Internacional dos Museus. A programação online irá manter-se, sendo que a programação nos museus será revista para ser adaptada a atividades dirigidas para pequenos grupos.

Entre os vários museus municipais que integram a Rede de Museus de Famalicão está a Casa de Camilo, o Museu da Indústria Têxtil e o Museu Bernardino Machado.

Casa do Território também reabre

A Casa do Território, no Parque da Devesa, também reabre na segunda-feira, dia 1 de junho.

O acesso aos espaços expositivos obedece a várias regras de higiene e segurança que também se aplicam à Livraria Municipal, que nesta fase não poderá contar com mais de duas pessoas no seu interior. A normas também se aplicam aos Serviços Educativos da Devesa, cujo número máximo de presenças dentro da sala de exposição é de duas, podendo aumentar para quatro no caso de se tratar de uma família coabitante.