Município de Famalicão apoia 364 estudantes do ensino superior com bolsas de estudo

Esta quinta-feira vai a reunião de Câmara uma proposta do executivo de Paulo Cunha para atribuição de bolsas de estudo a alunos do ensino superior, ano letivo de 2020/21.

Os 364 candidatos admitidos recebem, no total, 222.150.00 euros.

Destas três centenas e meia de estudantes, 202 recebem uma bolsa anual de 500 euros; 67 uma bolsa de 600 euros; 3 estudantes auferem 700 euros; 45 alunos ficam no patamar dos 750 euros anuais; 19 atingem os 850 euros; 1 consegue 950 euros; os mil euros são destinados a 17 alunos; o patamar máximo, 1100 euros, é auferido por 10 bolseiros.

O critério de atribuição de bolsas é baseado nas carências económicas das famílias, comprovadas pela exibição de documentos.