Mulher colhida por comboio era um dos casos “prioridade máxima” de violência doméstica

Mulher colhida por comboio era um dos casos “prioridade máxima” de violência doméstica

A mulher, que faleceu esta quinta-feira, depois de ter sido colhida por um comboio, no apeadeiro de Mouquim, em Vila Nova de Famalicão, era um dos casos de violência doméstica com prioridade máxima para as autoridades.

O Semanário V avança que a vítima estaria num processo de divórcio, na sequência de uma relação marcada por agressões físicas e psicológicas por parte do companheiro.

A publicação adianta que a vítima, que residiu com o marido de 60 anos na Trofa, terá vindo para Famalicão de forma a afastar-se dele. Ao que tudo indica, as perseguições e ameaças por parte do ex companheiro continuaram e acabaram por levar a este desfecho.

Durante os últimos meses a vítima mortal apresentou diversas queixas contra o agressor nas autoridades, a última em Fevereiro, na esquadra da PSP de Famalicão. Apesar de tudo, o homem continua em liberdade.

 

 

Most Popular Topics

Editor Picks