Muitas novidades nas provas da associação Amigos do Pedal

Muitas novidades nas provas da associação Amigos do Pedal

Com o início de mais um ano de atividades a Associação Amigos do Pedal pretende superar os resultados de 2017, que foi o melhor de sempre ao nível de participantes nos eventos, batendo todos os recordes, e na forma correta como decorreram as provas.

Os bons resultados do ano passado elevam a fasquia aos Amigos do Pedal? O presidente, Paulo Machado Ruivo, não teme essa responsabilidade, «a que já estamos habituados».

«O que conseguimos em 2017 aumenta, de facto, a nossa responsabilidade, até porque a notoriedade das nossas provas assim o justifica. Por isso, estamos a trabalhar para 2018 ainda ser melhor, mas não depende só de nós, tem que haver afluência de atletas que devem ter, em cada prova, os devidos comportamentos para que o esforço de todos seja valorizado», explicou Paulo Machado Ruivo, ao Cidade Hoje.

A primeira competição é o Duatlo Famalicão – Cimenteira do Louro, a 6 de maio, que contará para o Campeonato Nacional, facto que implica algumas alterações. O objetivo, adianta Paulo Machado Ruivo, é que os atletas que vão competir e os que vão apenas por prazer possam fazer a prova sem se prejudicar uns aos outros. A maior alteração será no percurso de bicicleta que não terá duas voltas mas apenas uma. Serão 20 km seguidos, para que os atletas da frente não precisem de dobrar os mais atrasados.

Como a competição vai apurar os campeões nacionais, em diferentes categorias, «teremos a nata do duatlo nacional em Famalicão», podendo ultrapassar os mil atletas, o que será um novo recorde. Pelo alcance e notoriedade da prova, a mesma tem já cobertura garantida pela RTP (transmissão no sábado seguinte) e pela SIC, e garantidamente será notícia nos outros órgãos de informação.

A Louropel 24 Horas BTT, a 7 e 8 de julho, volta para o terreno do Jumbo. «O percurso será diferente e o padock também», afirma o responsável da Associação Amigos do Pedal que garante, desde já, que o trilho será interessante. «O percurso é bonito e quem está menos preparado conseguirá fazê-lo em condições de segurança. Já para o amante do BTT será um percurso aliciante e desafiador», afiança. O responsável destaca esta prova pelo convívio e amizade que lhe está associado, uma vez que junta, durante horas, familiares, amigos e patrocinadores dos atletas.

Em setembro, as 3 Horas Noturnas – Fernandes & Fernandes têm também novidades. Deixam Antas e voltam à cidade. O percurso está quase definido, embora não possa ser divulgado.

Esta prova fará parte de um Troféu Regional de seis provas noturnas e a de Famalicão será a última e conta a dobrar. Quer dizer que os atletas mais credenciados terão que fazer a prova de Famalicão para garantirem os títulos.

Most Popular Topics

Editor Picks