Ministério da Educação decide: Exames nacionais adiados para julho e setembro

Tiago Brandão Rodrigues anunciou esta sexta-feira, em entrevista à Rádio Renascença, que devido à pausa obrigatória no ensino de 15 dias em janeiro, uma das medidas levadas a cabo pelo Governo para travar o crescimento dos números da pandemia em Portugal, os exames serão adiados na sequência do novo calendário escolar.

“Como no final do ano vamos ter mais uma semana de aulas, o calendário escolar andou todo para a frente e vamos ter uma primeira fase de exames a acontecer em julho, em vez de ser em junho, e uma segunda fase de exames a acontecer em setembro, em vez de acontecer em julho, como tradicionalmente acontece”

Ainda no mesmo programa, o governante anunciou ainda que as provas de aferição de Educação Física e de Expressões Artísticas, previstas para decorrer entre os dias 3 a 11 de maio, para os alunos do 2.º ano, foram canceladas.

Neste momento, segundo o calendário das avaliações externas para o atual ano letivo, mantêm-se ainda as provas previstas para os alunos do 5.º e 8.º ano, que entre 17 e 26 de maio deverão realizar as provas de interação orais de Inglês.