Minho recebe o primeiro congresso internacional de gastronomia e património cultural

Minho recebe o primeiro congresso internacional de gastronomia e património cultural

Sob o tema “Catering for a New Generation of Travellers”, o Minho recebe pela primeira vez o Congresso Internacional de Gastronomia e Património Cultural em Portugal. Durante três dias, de 23 a 25 de maio, especialistas nacionais e internacionais irão discutir a importância da herança gastronómica como motor da economia regional, cada vez mais voltada para o turismo sustentável e produção local.

O evento decorre em três cidades do Minho: Braga, Famalicão e Viana do Castelo e conta com a presença de
especialistas na área da gastronomia. Entre debates, conversas e workshops, os participantes que são divididos em
diferentes grupos de trabalho irão discutir as oportunidades e desafios das comunidades locais na construção de um
turismo sustentável e na preservação da gastronomia local.

Espanha, Dinamarca ou Eslovénia são alguns dos países que estarão representados neste encontro internacional de
gastronomia e património cultural. “Ao juntar pessoas de diferentes países, pretendemos incentivar as pessoas ao
diálogo, à troca de impressões e melhorar o turismo gastronómico da Europa”, explica Diane Dood, presidente e cofundadora do IGCAT (Instituto Internacional de Gastronomia, Cultura, Artes e Turismo) .

Dar ainda nota que a final do Minho Young Chef Awards acontece na AESacademy, em Vila Nova de
Famalicão, no último dia do congresso, 25 de Maio. Aqui são apresentados os pratos inovadores dos
jovens chefs do Minho e o vencedor que irá representar a região no evento internacional em novembro, na
Irlanda.

Most Popular Topics

Editor Picks