A informação foi adiantada pelo diretor do Centro Distrital de Braga da Segurança Social ao deputado Jorge Paulo Oliveira.

O social-democrata visitou esta segunda-feira os serviços da Segurança Social de Famalicão e reuniu com os responsáveis para conseguir perceber o que está por detrás dos atrasos no atendimento.

Jorge Paulo Oliveira foi informado de que seis dos doze funcionários estão de baixa e que, entretanto, foram requisitados dois funcionários a outros serviços do distrito mas que esse número é insuficiente para fazer face ao volume de solicitações a que o Serviço Local de Vila Nova de Famalicão está sujeito.

Para o deputado, a solução é a abertura da Loja do Cidadão, para receber os serviços das Finanças, do Registo Civil e da Segurança Social.

Previous post

Mulher e duas crianças atropeladas em passadeira por taxi

Next post

ACV na prova solidária do Este FC

Cidade Hoje