Menina de Guimarães internada com variante rara de Covid-19

Uma menina de 10 anos, residente em Pevidém, está internada no CMIN (Centro Materno Infantil do Norte), no Porto, a recuperar dos sintomas da covid-19, caso único em Portugal de síndrome semelhante à doença de Kawasaki, caracterizada por uma inflamação dos vasos sanguíneos, avança o Mais Guimarães que falou com a mãe da criança.

Segundo o relato, a menina começou a fazer febre no dia 9 de outubro, não manifestando outros sintomas. A mãe ligou para a Saúde 24 e já no Hospital de Guimarães a criança fez o primeiro teste para Covid-19 que deu negativo. O diagnóstico apontava para uma amigdalite, embora a quantidade de plaquetas estivessem abaixo do normal, conta a mãe.

Dias depois, perante a prostração da criança, com febre alta, muito cansada e com manchas atrás das orelhas, a mãe volta a contactar a Saúde 24 que a aconselhou a transportar de novo a filha ao hospital de Guimarães, onde foi internada. Novo teste à Covid-19 e a descoberta de que estava infetada com uma variante rara e perigosa da doença.

Segundo a mãe, a doença manifesta-se com “manchas na pele pelo corpo todo, no sistema hepático, e pela falência de órgãos, nomeadamente os rins, intestinos e pela dilatação do fígado.” Outros sintomas que podem surgir com a doença de Kawasaki são dores abdominais e problemas digestivos, erupção cutânea, conjuntivite e língua avermelhada.

A menina foi transferida, em estado grave, da pediatria do Hospital de Guimarães para o CMIN, onde esteve 48 horas nos cuidados intensivos.

stá a recuperar lentamente, embora ainda com sintomas da Covid-19.

Most Popular Topics

Editor Picks