Médico do Hosp. Sto António no Porto diagnosticado com covid foi apanhado a trabalhar

A denuncia é feita pelo jornal Correio da Manhã. O médico, de 52 anos, depois de lhe ser diagnosticado Covid-19, foi apanhado a trabalhar nos três dias seguintes ao resultado.

A situação, que terá acontecido a meio do mês de Abril, deixou médicos e enfermeiros alarmados. O CM avança que “o médico pediu autorização ao hospital e que esta lhe foi cedida”. Contudo, o profissional de saúde tinha as restrições de que não poderia sair do seu gabinete nem contactar com doentes, o que não aconteceu.

O profissional, que desempenha funções de Diretor do Serviço de Anestesia e chefe das urgências, já realizou dois testes que estão negativos e pode voltar ao trabalho.