Concelho

Manifestação em Riba d’Ave marcada para dia 27

Vai decorrer na ponte da vila uma manifestação levada a cabo por país e encarregados de educação daquela zona do concelho e que, recentemente, ficaram “órfãos” de uma oferta pública educativa que até então tiveram acesso, através dos contratos de associação celebrados entre o estado português, a Didaxis e o Externato Delfim Ferreira.

Com o fim desse acordo, os estudantes tiveram que ser recolocados nas escolas públicas da região que agora ficaram sobrelotadas e sem condições para receber todos os alunos que deixaram as outras instituições de ensino. Sem soluções à vista dentro de Vila Nova de Famalicão, a alternativa encontrada foi matricular os alunos em estabelecimentos de ensino dos concelhos vizinhos de Santo Tirso e Guimarães, uma situação que vem complicar ainda mais o dia-a-dia das famílias.

Revoltados com a falta de soluções viáveis que garantam o sucesso e o bem estar dos alunos, pais e encarregados de educação juntam-se no próximo dia 27 para um protesto contra as mais recentes alterações na área da educação, levadas a cabo pelo atual governo.

Previous post

"Se for à praia tenha cuidado" diz a Marinha Portuguesa

Next post

Vieira de Castro oferece aos funcionários três dias de férias na ilha da Madeira

Cidade Hoje