Loja do Cidadão: Câmara pede maior comparticipação de fundos ou do orçamento de estado

A Câmara Municipal aprovou, esta quinta-feira, a renovação do protocolo com a Agência para a Modernização Administrativa, com vista a instalar em VN Famalicão a Loja do Cidadão.

Recorde-se que o anterior protocolo datava de 2015, pelo que carecia de uma atualização.

O Município de Famalicão mantém «todo o interesse», manifestou Paulo Cunha, em ter uma Loja do Cidadão, tendo, inclusive, já avançado com o concurso para a obra.

O modo de financiamento é que não é do agrado da Câmara Municipal. O que vigora é o recurso a fundos comunitários que, no entanto, obriga o Município a investir entre a 80 a 85 por cento. Paulo Cunha pede uma maior comparticipação de fundos comunitários e/ou do orçamento de estado.