Liga e governo vão discutir possível redução do IVA para jogos de futebol

O secretário de Estado da Juventude e do Desporto disse esta segunda-feira que vai reunir na terça-feira com a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) para discutir uma possível redução do IVA para espetáculos desportivos.

“Amanhã [terça-feira] tenho uma reunião marcada com a Liga, sei que uma das reivindicações da agenda é justamente falarmos sobre o IVA. Quero ouvir a Liga e os seus argumentos e depois perceber, nunca escondi que do ponto de vista fiscal as coisas têm de ser discutidas com o Ministério das Finanças”, explicou João Paulo Rebelo.

O governante falava à margem da apresentação do livro ‘O Devir da Lusofonia’, de Isabelle de Oliveira, na Associação de Futebol do Porto, lembrando que é preciso “criar equilíbrios que façam sentido a todos”, numa matéria “que vai ser vista seguramente nos próximos dias”.

“Não me compremetendo nem para um lado nem para o outro, como se costuma dizer, é preciso perceber o que está em causa e que impacto financeiro essa redução [do IVA] implica”, acrescentou.

João Paulo Rebelo recusou ainda comentar o arranque do processo judicial em torno das agressões a jogadores do Sporting na Academia de Alcochete, no ano passado, mas deixou o repto para que se procure “aproveitar para tirar alguma lição”.

“Penso que o país todo, de forma geral e independentemente das simpatias clubísticas, percebeu que temos de lutar contra um fenómeno que não pode estar no desporto, que é a violência”, atirou.

A redução no IVA dos bilhetes para assistir a jogos de futebol é uma pretensão da LPFP, que considera que ingressos para espetáculos desportivos devem estar englobados na redução a que foram sujeitos os espetáculos de índole cultural.

Famalicão empata com o Porto (2 – 2) apesar de ter estado a vencer durante grande parte da partida

O Futebol Clube de Famalicão empatou, este sábado, no Dragão, com o Futebol Clube do Porto, em partida da 29ª jornada da I Liga.

A equipa de Armando Evangelista esteve a vencer durante grande parte da partida, com o primeiro golo a ser apontado pelo famalicense Cádiz, ao minuto 9.

O Futebol Clube do Porto consegue o empate com autogolo do Zaydou (17′).

O Famalicão conseguiu distanciar-se do adversário com um segundo golo de Cádiz, ao minuto 46.

A 8 minutos dos 90, Mehdi Taremi consegue marcar o golo que ditou o resultado final (2 – 2).

FC Famalicão “em alerta” com o momento do FC Porto

“Não há duas sem três”, diz o ditado e o FC Famalicão quer que se cumpra, este sábado, diante do FC Porto. O conjunto famalicense vem de duas vitórias seguidas, tem os níveis de confiança elevados, mas o adversário é o terceiro classificado do campeonato e joga em casa. O facto do FC Porto vir de duas derrotas consecutivas não sossega o treinador Armando Evangelista. Pelo contrário. «Estão em alerta máximo e isso pode dificultar a tarefa do FC Famalicão», disse na conferência de imprensa. Por isso, dentro da estratégia montada para este jogo, que o técnico famalicense não revela, está a consciência de que é preciso estar em constante alerta.

Sabe que não vai contar com Chiquinho nem com Riccieli, que têm sido titulares e influentes na equipa, mas não valoriza em demasia isso, porque reconhece que é uma oportunidade para outros mostrarem o seu valor, «sedentos que estão de mostrarem as suas qualidades».

Armando Evangelista vai com ambição ao Dragão, ainda sem pensar no jogo de terça-feira, diante do Sporting, em casa, para acertar calendário. Em sete jornadas que faltam, o FC Famalicão enfrenta os três “grandes”, mas o técnico prefere pensar num jogo de cada vez e não em posições na tabela classificativa. «Temos três jogos com adversários fortíssimos, mas estamos focados em sermos competitivos e que a equipa continue a crescer de mão dada com o crescimento do clube», sublinhou.

Recorde-se que está à frente do clube há apenas dois jogos, tempo que considera insuficiente para que os jogadores tenham assimilado todas as ideias de jogo. Sobre a posição do clube no final do campeonato também não traça objetivos, mas compreende a ambição interna e reconhece a necessidade da competitividade da equipa acompanhar o crescimento do clube no futebol português.

A partida entre o FC Porto e o FC Famalicão está marcada para as 18 horas deste sábado, no Estádio do Dragão.

Foto: FC Famalicão

Famalicão: Francisco Moura garante que a equipa vai com confiança ao Dragão

Francisco Moura transmitiu aos adeptos do FC Famalicão uma mensagem positiva sobre o próximo jogo, no sábado, no Estádio do Dragão, frente ao FC Porto, às 18 horas. Garante que a equipa vai lutar pelos três pontos e pela terceira vitória consecutiva no campeonato. «Vai ser um jogo difícil porque temos pela frente um grande clube, mas temos atributos para conseguir competir. Se tivermos coragem e audácia e quisermos ganhar, as coisas acabarão por nos ser favoráveis», exprimiu o atleta, em declarações às redes sociais do FC Famalicão.

O defesa esquerdo sente que a equipa tem vindo a crescer e «está a assimilar as ideias do mister. Tivemos pouco tempo (com Armando Evangelista), mas é sempre melhor jogar sobre vitórias. Estamos a crescer como equipa e isso é bom para nós», sublinhou.

Francisco Moura falou também da sua carreira individual, há dois anos ao serviço do “Fama”, depois do SC de Braga. «Sinto que tenho vindo a crescer de jogo para jogo, a fazer jogos com regularidade e isso tem sido importante para mim», analisa. «É uma tática diferente. No SC Braga atacava mais. Tive que mudar um pouco o meu jogo, ser melhor a defender e sinto que estou melhor nesse aspeto», notou, agradecendo à equipa o contributo ao seu próprio crescimento individual como jogador. Deixou também uma palavra de apreço aos adeptos do FC Famalicão e à direção do clube, pelo esforço em criarem condições para o bem-estar dos atletas. «Quando cheguei não tinha tantas condições. Tem evoluído bastante, porque as pessoas à frente do clube têm feito um grande trabalho», conclui, mas com o desejo de ver o FC Famalicão crescer ainda mais.

Foto: FC Famalicão

Famalicão: Agrupamento 445 de Cabeçudos organiza torneio de futebol

O Agrupamento 445 de Cabeçudos vai organizar um torneio de futebol com outros agrupamentos escutistas para angariar fundos para os caminheiros. Está programado para o dia 13 de abril, este sábado, nas instalações do Sporting Clube Cabeçudense. Decorrerá durante todo o dia, desde as 9 horas, com entrega de prémios às 17h45.

O torneio é aberto ao público, a receita provém do bar, com venda de panados, bifanas, bebidas e muito mais.

Famalicão: Equipa sub-17 do FAC joga em Barcelos

A equipa sub-17 de hóquei em patins do FAC prossegue, este sábado, com a luta no campeonato nacional, 2.ª fase zona Norte. O conjunto famalicense joga às 15 horas, em Barcelos, com o Óquei Clube local.

Com três jornadas disputadas, o conjunto famalicense soma 7 pontos, a dois dos líderes, Oliveirense e Valongo.

O Óquei Clube de Barcelos (sem pontos) ocupa o último lugar.

Foto: FAC (Arquivo)

Famalicão: 1.º de Maio vai a votos no dia 27 de abril

A Associação Desportiva 1.º de Maio vai a eleições no dia 27 de abril, entre as 14 e as 20 horas. A tomada de posse dos órgãos sociais está marcada para o dia 1 de maio, às 18 horas.

As listas terão de apresentar candidatos para todos os cargos gerentes e deverão ser entregues em duplicado ao presidente da Assembleia Geral com a antecedência mínima de 72 horas sobre a data e hora da Assembleia Geral Eleitoral.

Só podem ser candidatos os sócios com mais de 18 anos de idade, com pelo menos um ano de associados e que não tenham qualquer pena disciplinar.