Liga dos Bombeiros acusa governo de não ouvir, não apoiar e ignorar

A Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) acusou o Governo de ter ignorado os contributos que deu a propósito do Plano de Recuperação e Resiliência e do Programa Nacional de Ação do Plano Nacional de Gestão Integrada de Fogos Florestais.

Em comunicado, o presidente da Liga, Jaime Marta Soares, diz que os sucessivos governos têm tratado os bombeiros como «eternos esquecidos» e que o setor tem sido votado «ao ostracismo» quando se discutem planos estratégicos.

Não ouvir os bombeiros aquando da discussão dos planos estratégicos foi «uma grave ofensa».

Marta Soares lembrou afirma que o apoio que recebem do Governo «traduz-se em migalhas, se comparado com as necessidades perfeitamente identificadas e reconhecidas por todos».

No comunicado, o presidente frisa que os bombeiros portugueses «não estão dispostos a pactuar com tal estado de coisas e com as sucessivas demonstrações de desrespeito». Acrescenta que «quem está na linha da frente de uma ‘guerra’ não se pode negar as indispensáveis ‘armas’ e outros equipamentos. Mas é assim que os bombeiros se sentem e que a LBP não deixará de denunciar e exigir».