Líder da NOCIR avisou em Fevereiro que a empresa podia fechar

Líder da NOCIR avisou em Fevereiro que a empresa podia fechar

Foi a 26 de Fevereiro que a responsável máxima da NOCIR, Conceição Dias, terá comunicado a uma série de trabalhadoras os problemas que poderiam ditar o encerramento da fábrica onde estas laboravam.

De acordo com uma colaboradora da NOCIR, a dona da marca fez saber, com algumas semanas de antecedência, que o negócio da compra das instalações ia fracassar e que, a única alternativa para manter os postos de trabalho, passava pela transferência de todo o pessoal e maquinaria para outro local, algo que Conceição Dias também adiantava que não estava a conseguir.

Contudo, a responsável da NOCIR, numa possível tentativa de tranquilizar a equipa, garantiu fazer de tudo para não deixar ninguém numa situação de desemprego.

O que é certo é que, quase duas semanas depois da conversa entre a empresária e as funcionárias, esta têxtil avançou para um processo de despedimento coletivo e as mais de 140 colaboradoras voltaram a ficar sem trabalho, cerca de um ano após terem vivido uma situação semelhante com o fecho da RICON.

 

Most Popular Topics

Editor Picks