Concelho

Juiz liberta padeiro de Famalicão que violou criança

Já foi ouvido por um juiz de instrução criminal o padeiro de 20 anos acusado de ter violado uma jovem de 13 anos que terá conhecido nas redes sociais.

De acordo com o Jornal Correio da Manhã, o profissional da panificação, para além de ter violado essa menor num lugar ermo do concelho, tentou fazer o mesmo com outras duas, tendo estas conseguido escapar do homem depois de perceberem o que ele procurava, na sequência de encontros marcados através do facebook.

O mesmo jornal avança que a jovem de 13 anos, para além de violada, ficou infetada com uma doença sexualmente transmissível proveniente da relação que manteve com o pedófilo.

A queixa de violação foi feita há algumas semanas, quando o pai da menor se apercebeu das conversas que a filha tinha com o padeiro no Messenger. Depois de confrontada pelo progenitor, a menor de idade terá confessado ter sido abusada pelo homem de 20 anos que conheceu nas redes sociais.

Depois da detenção, a PJ fez uma busca domiciliária onde apreendeu diverso material informático. No telemóvel e computador do padeiro foram encontradas várias imagens das vitimas a simular atos sexuais, material que o abusador utilizava para chantagear as crianças com o objetivo de manter os encontros com elas.

O padeiro, ouvido na passada quarta-feira por um juiz de instrução criminal em primeiro interrogatório, vai aguardar pelo julgamento em liberdade.

Previous post

Regionalização, ética e liberdade marcam comemorações do 25 de abril em Famalicão

Next post

Combustíveis: Gasolina sobe até dois cêntimos e meio na segunda-feira

Cidade Hoje