Jovem que assaltou e agrediu vizinho que acabou por morrer vai conhecer a sentença

O Tribunal Judicial de Guimarães marcou para 17 de julho a leitura do acórdão de um jovem de Famalicão acusado de agredir e assaltar um idoso, que viria a morrer menos de um mês depois.

O jovem, que na altura dos factos tinha 17 anos, está acusado de um crime de roubo, agravado pelo resultado morte. No processo, é também arguida a mãe do jovem, acusada de um crime de recetação, por alegadamente ter vendido o ouro que o filho roubou ao idoso. Nas alegações finais, o procurador do Ministério Público limitou-se a pedir “justiça”, enquanto os advogados de defesa pediram a absolvição.

Os factos remontam à madrugada de 19 de outubro de 2016, na casa do idoso, de 85 anos, no centro de Vila Nova de Famalicão. Segundo a acusação, o idoso foi agredido comum barrote de madeira na cabeça e bateu contra uma lareira, acabando por morrer cerca de um mês depois.

Na altura, ter-lhe-ão roubado cerca de 885 euros em notas e objetos em ouro que alegadamente foram vendidos no dia seguinte pela mãe do jovem arguido, numa loja especializada, por 2.950 euros.

Em julgamento, o jovem negou a autoria do crime, alegando que na altura estava a dormir. A mãe não prestou declarações. O caso foi inicialmente investigado pela PSP e arquivado, mas acabaria por ser reaberto, depois de uma denúncia anónima que apontava uma sobrinha da vítima como sendo a autora do crime.

Face a essa denúncia, o Ministério Público pediu a exumação do cadáver da vítima, para autópsia. A investigação concluiria que o autor do crime foi um jovem vizinho. A advogada de defesa do jovem alegou hoje que a autópsia foi “inconclusiva” quanto às causas da morte. Alegou ainda que não há qualquer prova de que o jovem tenha sido o autor do assalto e, consequentemente, das agressões. Já o advogado da mãe defendeu que não é possível provar que tenha sido a arguida a vender o ouro, apesar de terem sido usados os seus documentos pessoais.

F.C.Famalicão perde em casa com o S.C. Braga (0 – 3)

O Futebol Clube de Famalicão estreou-se esta época em casa com uma derrota, diante do S.C. Braga.

Os golos foram somente apontados pela equipa visitante, aos minutos 13, 19 e 79.

Na classificação, ao fim de duas jornadas, o Futebol Clube de Famalicão continua sem pontuar no campeonato.

Famalicão: Capitão Fausto animaram Dia da Juventude no Devesa Sunset

Os Capitão Fausto marcaram presença, esta sexta-feira, na iniciativa da Câmara Municipal “Devesa Sunset”.

A banda de Lisboa, formada em 2009, atuou ao final da tarde, no Parque da Devesa, diante de um público maioritariamente jovem que, depois de uma tarde nas piscinas municipais, continuaram a divertir-se neste espaço verde.

Veja algumas das imagens divulgadas pelo município:

Famalicão: Estacionamento indevido junto ao Parque da Devesa provocou bloqueio total do trânsito

Um elevado número de carros indevidamente estacionados, na Rua Fernando Mesquita, junto ao Parque da Devesa, provocou o bloqueio total do trânsito automóvel, ao final da tarde desta sexta-feira.

À nossa redação condutores relataram ter estado durante um largo período de tempo encurralados na fila de carros que entretanto se gerou.

O bloqueio do trânsito terá sido provocado pelo facto de existirem carros estacionados indevidamente nos dois sentidos daquela rua. Este tipo de estacionamento é, porém, habitual, no entanto apenas num dos sentidos.

A GNR esteve no local.

Famalicão: Já abriu ao trânsito a Rua Capitão Manuel Carvalho com via partilhada

Abriu ao trânsito esta sexta-feira a Rua Capitão Manuel Carvalho, no centro da cidade de Vila Nova de Famalicão.

A rua esteve nos últimos meses a ser alvo de uma intervenção profunda, sendo que agora funciona com o conceito de via partilhada.

Segundo a autarquia, a via passa a ser partilhada por peões e veículos, onde vigoram regras especiais de trânsito, entre elas, a prioridade do peão.

O acesso ao parque de estacionamento da Praça D. Maria II, tanto entrada como saída, passa a ser feito exclusivamente pela Rua Capitão Manuel Carvalho.

Obras em Famalicão: Vasos vandalizados durante a noite. Presidente da Câmara repudia vandalismo

Estão a entrar na fase final as obras no centro da cidade de Vila Nova de Famalicão.

Recentemente a autarquia colocou, em torno da Praça D.Maria II, dezenas de vasos que vão embelezar o espaço, no entanto, na última noite, esses mesmos vasos foram vandalizados.

Numa breve nota publicada nas redes sociais, o edil famalicense, repudiou o ato que “ não dignifica ninguém “.