Póvoa/Famalicão – Jovem gravemente atropelado na ciclovia não corre risco de vida mas pode ficar sem braço

Está fora de perigo o jovem famalicense atropelado com gravidade, na tarde do passado domingo, em Laundos, na Póvoa de Varzim.

A vítima, Miguel Sampaio, estaria a percorrer a ciclovia Póvoa – Famalicão quando foi colhido por um automóvel, conduzido por um homem que fugiu e abandonou o carro numa zona de mato. Foi levado em estado grave para o Hospital de S.João, na cidade do Porto, onde se mantém com prognóstico muito reservado.

O pai, em declarações ao jornal Correio da Manhã, disse que o jovem não corre risco de vida, mas existe a possibilidade do braço lhe ser amputado. Tudo vai depender de como correrem as intervenções ao membro superior que se encontra em pior estado.

O progenitor relatou ainda que o jovem foi colocado em coma induzido, um procedimento que pode ser encarado com relativa normalidade, uma vez que reduz o sofrimento da vítima

As autoridades trabalham para localizar o autor do crime.