Jogadores do Delães recusam continuar no clube: “ou o treinador ou nós”

Os jogadores do Clube Recreativo e Popular de Delães recusaram trabalhar com o técnico principal Mário João Fernandes, que entretanto se demitiu.

A Cidade Hoje sabe que os desentendimentos já duram há largos meses e agudizaram-se nas últimas semanas. Os atletas dizem ser maltratados pela equipa técnica e, por isso, não acreditam que hajam condições para continuar a jogar.

O grupo de atletas do plantel sénior reuniu-se na noite desta terça-feira, no recinto onde habitualmente treinam, em Oliveira Santa Maria, para fazer um ultimato à direção do clube.

Ele (treinador) não sabe falar com os jogadores e está constantemente a fazer ameaças. Ninguém se entende.

Entretanto o técnico, que contava com o apoio da direção do Delães, inicialmente recusou demitir-se; mas, depois de conversações com os responsáveis do clube, acabou por rever a sua posição. Chegou a acordo para a rescisão.

A nossa redação entrou em contacto com o presidente do CRP Delães que confirmou os desentendimentos, embora não dê razão às reclamações dos atletas.

Most Popular Topics

Editor Picks