Joane: Morreu a mulher vítima de explosão em casa

Não resistiu aos ferimentos e acabou por falecer a mulher vítima da explosão, registada numa habitação, na manhã da passada segunda-feira, na vila de Joane, em Vila Nova de Famalicão.

A vítima, tinha 65 anos, era professora aposentada, ficou com 100% do corpo queimado na sequência da explosão, registada na cozinha da moradia onde vivia com marido e filha.

Estava no Hospital de S.João, no Porto, em estado crítico.

Uma fuga de gás no esquentador, que aquecia as águas da habitação, é a hipótese mais provável para explicar a explosão seguida de incêndio.

Joane: Vítima ficou com “100% do corpo queimado”, helicóptero do INEM estava indisponível