Concelho

Incluir e integrar através das artes do circo

A escola de Circo de Vila Nova de Famalicão abriu, na passada quarta-feira, as portas ao EnvolvAr-te 2018, um projeto promovido pela Câmara Municipal que pretende através das artes circenses e da sua capacidade de estímulo à liberdade e de abertura ao infinito, envolver e integrar os cidadãos portadores de deficiência do concelho famalicense numa missão artística repleta de novos desafios, mas também muito convívio e alegria.

O projeto conta com a participação de 70 pessoas portadoras de deficiência, oriundas das várias instituições de solidariedade social do concelho. Com uma duração de nove meses, o EnvolvArt-te decorrerá sempre às quarta-feiras, nas instalações do INAC – Instituto Nacional das Artes do Circo, em Ribeirão. Num final, realizar-se-á um período de criação, numa residência intensiva, com participantes selecionados, tendo em vista a apresentação de um espetáculo.

Incentivar o respeito por si próprio e pelos colegas; socializar e integrar; desenvolver a coordenação motora; praticar atividade física através do trabalho muscular e de alongamento; aprender a noção de espacialidade e concentração; ganhar consciência corporal e despertar o interesse e a perceção artística, fomentando um acréscimo na formação como cidadão e público artístico-circense são os objetivos específicos deste projeto, que conta com a participação das seguintes instituições; APPACDM, a ACIP, a AFPAD, a Associação Teatro Construção, o Centro Social de Landim e o Centro Social e Paroquial de Ribeirão.

As sessões são coordenadas por dois formadores do INAC, Ana Dora Borges, que trabalha a dança e o movimento, e Fábio Constantino, que trabalha a acrobacia aérea e têm a duração de 2 horas.

Previous post

Cardeal Cerejeira era “completamente independente de Oliveira Salazar”

Next post

ACIF esclareceu sobre a Proteção de Dados

Cidade Hoje