Hóquei em patins: Riba d´Ave viveu sonho europeu, mas acordou na segunda parte

É um momento para a história do Riba d´Ave Hóquei Clube. A presença, pela primeira vez nas competições europeias – Final 7 da Taça World Skate Europe – foi curta para a equipa de Raul Meca que caiu no primeiro jogo, respeitante aos quartos de final, frente ao CH Caldes, terceiro classificado da principal liga espanhola.
No jogo disputado em Andorra, ao início da tarde desta sexta-feira, Hugo Barata abriu o marcador aos 12 minutos e o «espírito de vitória que acompanhava a equipa», como referiu o treinador na véspera, dava sinais de si, mas aos 20 minutos, de livre direto, os espanhóis empataram o jogo que seguiu assim até ao descanso.
Na segunda parte, o Caldes, aos 7 minutos, passou para a frente do marcador, mas no minuto seguinte Dinis Abreu empatou. O Riba d´Ave estava no jogo, mas apesar da muita entrega perante um forte opositor o resultado chegou aos 4-2 e, na parte final, no tudo por tudo, elevou-se para um exagerado 6-2. Sobressaiu, aqui, a efetiva eficácia adversária.
Como escreve o clube ribadavense no facebook, «Gostaríamos muito de desfrutar até ao final dentro de pista, mas teremos de o fazer na bancada dando tributo às restantes excelentes equipas presentes nesta Final 7 da WS Europe Cup. Parabéns aos nossos rapazes pelo esforço e pela forma como dignificaram as nossas cores».
Por fim, o clube agradece a todas as entidades coletivas e individuais que ajudaram e tornaram possível esta participação histórica, a primeira do emblema em provas europeias de clubes.
Para a história, fique com o cinco inicial que Raul Meca apresentou em Andorra: Diogo Fernandes (GR), João Pedro, Nuno Pereira “Miccoli” (capitão), Hugo Barata e Andrés Castaño.
Miguel Rocha, Pedro Rocha, Daniel Pinheiro, Gustavo Pato e Dinis Abreu – suplementes.
(Foto: António Lopes)