Concelho

Histórias da Gerações encheram a Devesa

As histórias da Associação Gerações, conjuntamente com Clara Haddad e a equipa do “Piratinha dos Sons” trouxeram ao Parque da Devesa, no passado dia 5 de maio, centenas de crianças, pais, mães, avôs, avós e muitos outros familiares que não quiseram perder “pitada” da edição de 2018 do projeto “Hoje há histórias na cidade”. À semelhança do que já havia acontecido nas edições de 2015, 2016 e 2017, provou-se mais uma vez que esta “festa das histórias” faz falta a Vila Nova de Famalicão, tendo por parte das famílias uma grande adesão.

Muitas famílias, perante o “obrigado por terem vindo”, dos responsáveis da Associação Gerações, contrapunham de imediato: “Nós é que agradecemos por nos terem proporcionado esta tarde diferente e maravilhosa”. A equipa do “Piratinha dos Sons”, que se juntou pela primeira vez à Associação Gerações e apresentaram no evento a história “Uma aventura no mar dos sons”, não contiverem o espanto perante a adesão enorme ao projeto, dizendo que, “em cerca de duas horas, fizemos cinco apresentações da história! Nunca, na nossa experiência de contar histórias, aconteceu nada assim. Estão de parabéns pela iniciativa, pelo dinamismo da instituição e pela enorme adesão que o acontecimento teve”.

Com a sua grande e apurada expressividade, Clara Haddad esteve em Vila Nova de Famalicão, a convite da Associação Gerações, num momento que foi de grande encantamento e sedução. A escritora fez a apresentação do seu livro “Poeira das Estrelas”, um livro que fez todas as pessoas, nomeadamente as crianças, sonhar, seguida de uma sessão de autógrafos. “Poeira das Estrelas” conta a história de uma menina chamada Mariana que, num sonho, vai à procura das estrelas. Caminhando pelos campos fora, olhando os astros numa noite brilhante, senta-se no “campo das fadas”, as “fadas da luz”. Uma fada diz-lhe para ir em frente, à procura dos sonhos. O sonho da Mariana era alcançar as estrelas e, depois de muitas aventuras, conseguiu realizá-lo. Quando acordou, com o sol a entrar no seu quarto, os restos de uma poeira fina e brilhante estavam a retirar-se, deixando um rasto. Era a “Poeira das Estrelas”. Uma história linda que ninguém pode perder.

Para além da presença desta mundialmente famosa contadora de histórias, a Associação Gerações preparou e produziu para a tarde do 5 de maio, no Parque da Devesa, um conjunto de histórias que também encantaram: a história de um pequeno mocho que se perdeu da mãe, a história de “O principezinho”, uma obra que se transformou numa das mais amadas e admiradas de todos os tempos, o “Cuquedo” e a história “Vamos à caça do urso” que nos conta como cinco aventureiros partem à caça de um urso.

A história “Mamã”, contada e encenada na véspera do “Dia da Mãe”, originou momentos de grande ternura, sobretudo com as fotografias que podiam ser tiradas num “baloiço mágico”, um cenário que fazia parte da história. Até muito tarde, mães e pais, acompanhados dos seus filhos, tiveram momentos de grande alegria e de muita magia.

O Dr. Leonel Rocha, vereador da Educação e da Cultura, associou-se, em representação da Câmara Municipal, à iniciativa da Associação Gerações, saudando os representantes da instituição pelo trabalho e pela grande mobilização que as “Histórias” proporcionam.

Para o próximo ano, já está a pensar-se na materialização de novo projeto, talvez em moldes mais abrangentes, havendo por parte da Gerações toda a disponibilidade para fazer chegar longe o “Hoje há histórias na cidade”!

Previous post

BTT da AMVE vence em sub-23 Femininos e Elites Masculinos

Next post

CIOR promove semana da Europa

Cidade Hoje