Grandes superfícies vão ser “criativas” para cumprir a lei sem retirar produtos e sem deixar de funcionar

As grandes superfícies comerciais já encontraram uma forma de continuar a servir os clientes, numa altura em que a pandemia obrigou o governo a adotar medidas mais restritivas no que diz respeito ao comércio.

Qualquer loja pode funcionar para vendas à porta

Decreto do Estado de Emergência

É com base na informação que consta no decreto do estado de emergência que as grandes superfícies comerciais se preparam para “dar a volta” às restrições, cumprindo a lei.

A Decathlon que, por ser uma loja de material de desporto, devia encerrar, já anunciou aos clientes que, afinal, vai continuar aberta mas com venda à porta.