Governo prevê exportações, investimento e consumo a subir

O Programa de Estabilidade apresentado pelo Governo prevê que as exportações cresçam nos próximos dois anos. Este ano podem atingir 8,7% e em 2022 abrandar para os 7,9%.

Esta subida deve-se à previsão de retoma mundial e ao turismo após um ano de 2020 fortemente afetado pela pandemia, que se prolongou pelo início de 2021. Recorde-se que, no ano transato, a queda nas exportações foi de 18,6%.

«Para os anos posteriores, prevê-se que as exportações desacelerem para um crescimento de 4,6% no final do horizonte de projeção [2025] e o crescimento das importações estabilize em torno dos 5,5% ao ano», refere o documento.

Com a melhoria das condições económicas e devido ao Programa de Recuperação e Resiliência, o investimento deve subir. Em 2021, ainda se fica pelos 4%, e em 2024 e 2025 será de 6,3% e 5,7%, respetivamente.

A previsão do Governo é que tanto o consumo público como o privado deverão aumentar.