Governo equaciona limitar acesso de visitantes ao Parque Nacional da Peneda-Gerês

Se se mantiver ou aumentar a procura de turistas, o Governo equaciona limitar o número de pessoas que podem aceder a alguns espaços, particularmente na envolvente a áreas de proteção integral do Parque Natural da Peneda-Gerês (PNPG) que, em 2019, recebeu 100 mil visitantes. A notícia é avançada pelo jornal Público.

O secretário de Estado da Conservação da Natureza, das Florestas e do Ordenamento do Território, João Paulo Catarino, citado pelo jornal, diz que é necessário preservar os valores naturais do PNPG, quer do ponto de vista da biodiversidade, quer da atração turística.

Em declarações ao Público, o governante disse, ainda, que é possível as populações serem melhor compensadas economicamente, pelas restrições que criar um parque sempre implicam.