GNR e SEF apanham 34 imigrantes ilegais em empresas de Famalicão e Trofa

O Comando Territorial de Braga, através do Núcleo de Investigação Criminal do Destacamento Territorial de Barcelos, detetou 34 imigrantes, em situação ilegal, a trabalhar em empresas nos concelhos de Vila Nova de Famalicão e Trofa.

A GNR levou a cabo uma operação conjunta com o Serviço Estrangeiros e Fronteiras (SEF) de Braga e com a Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT), a qual visou vária empresas suspeitas de prestarem auxílio à emigração ilegal, nomeadamente, com origem em asiáticos, como o Paquistão e India.

Da operação resultou a identificação de 34 indivíduos de nacionalidade estrangeira, dos quais, dois foram detidos por permanência ilegal em território nacional, seis foram notificados para abandonar o país voluntariamente e os restantes foram notificados para comparecerem nos serviços do SEF de Braga para regularização da situação.

Os detidos que serão presentes amanhã, dia 16 de fevereiro, no Tribunal Judicial de Famalicão.