GNR encontrou homem que atropelou gravemente famalicense na ciclovia e fugiu sem prestar ajuda

As autoridades já chegaram ao condutor que atropelou, e deixou abandonado em estado grave, um jovem famalicense (na imagem) que circulava na ciclovia Póvoa – Famalicão, no último domingo, em Laundos.

De acordo com o JN, o homem tem 33 anos, reside na freguesia de Laundos e não tem carta de condução. A agravar toda a situação, o condutor agora identificado, seguida num carro roubado.

Foi a denuncia de um vizinho e o facto de existirem imagens de videovigilância que levaram ao sucesso da operação de “caça ao homem”, que terminou nesta quarta-feira.

O indivíduo, que já terá confessado o atropelamento, foi constituído arguido e está em casa, onde aguarda o julgamento.

Póvoa/Famalicão – Jovem gravemente atropelado na ciclovia não corre risco de vida mas pode ficar sem braço